fbpx

Alopecia: o que é a doença de Jada, esposa de Will Smith

Alopecia: o que é a doença de Jada, esposa de Will Smith
Reprodução/Facebook/Jada Pinkett Smith

Neste domingo (27), a cerimônia do Oscar foi marcada pelo momento polêmico no qual Will Smith subiu no palco do Dolby Theatre e deu um tapa na cara do comediante e apresentador Chris Rock. A agressão ocorreu após Rock ofender a apresentadora do programa Red Talk Table e esposa de Will, Jada Smith, ao compará-la à personagem de Demi Moore na sequência do filme “Até o Limite da Honra” (ou G.I. Jane 2, na língua original). No filme, a atriz está careca para viver uma protagonista que esconde sua feminilidade para entrar no corpo de fuzileiros navais dos Estados Unidos; diferentemente de Jada, que tem uma doença autoimune associada à queda de cabelos ou pêlos do corpo chamada alopecia.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a alopecia é uma doença rara e não contagiosa, que atinge até 2% da população mundial. Por ser uma doença autoimune, não tem um tratamento definitivo. Porém, a calvície causada pela alopecia pode ser remediada através de medicamentos orais, bloqueadores hormonais e implantes capilares. 

Nesse sentido, existem cinco tipos de alopecia: cicatricial (na qual os folículos capilares são substituídos por tecido cicatricial), de tração (retirada ou queda das raízes dos fios capilares devido a penteados que puxam os fios por bastante tempo), frontal fibrosante (perda de cabelo na linha frontal), tricotilomania (quando a pessoa arranca os próprios fios devido a oscilações emocionais) e tinea capitis (micose do couro cabeludo causada por fungo).

Além do constrangimento provocado pelo insulto de Rock, Jada já havia sido alvo de outra piada ofensiva do comediante na cerimônia do Oscar, em 2016. Na época, Chris Rock também era o apresentador da cerimônia, e debochou da decisão dos Smiths de boicotar a Academia como protesto pela falta de indicações de artistas negros à premiação. “A Jada não veio. Mas ela não trabalha com televisão? A Jada boicotar o Oscar é igual eu boicotar a calcinha da Rihanna. Eu não fui convidado!”, debochou Rock em 2016.

Após o insulto de Rock à sua esposa neste domingo, Will se levantou sem dizer uma palavra e deu um tapa no rosto do comediante. Após segundos de confusão e silêncio por parte dos artistas presentes, Will retornou à sua cadeira e repetiu duas vezes: “Deixe o nome da minha mulher fora da porra da sua boca!”. A agressão ocorreu minutos antes de Smith ganhar seu primeiro Oscar de Melhor Ator pelo filme “King Richard: Criando Campeãs”. Em discurso após receber o prêmio, o ator pediu desculpas à Academia e tentou justificar a agressão. “Eu sei que, em nossa profissão, temos de ser capazes de aceitar abusos, ouvir loucuras, ouvir pessoas nos desrespeitando, sorrir e fingir que está tudo bem. Então, Denzel Washington me disse, e eu adorei ouvir isso, que ‘nos meus melhores momentos, preciso ter cuidado, pois é aí que o diabo vem”.

Letícia Fortes

Estudante de Jornalismo na PUCPR e estagiária do Regra. Escrevo para evidenciar e esclarecer assuntos que exigem nossa atenção, pois essa é minha forma de defender uma comunicação humanizada, acessível e engajada socialmente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: