fbpx

Estreia do podcast Distraídos amplia debate sobre TDAH e demais neurodivergências

Estreia do podcast Distraídos amplia debate sobre TDAH e demais neurodivergências
Podcast Distraídos

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) impacta diretamente a vida de mais de 5% da população mundial. Alguns especialistas afirmam que o número pode passar de 10%, porém, há falta de diagnósticos. Além disso, as características do TDAH e a necessidade de diagnóstico ainda são pouco debatidas na imprensa e nas redes sociais, principalmente de maneira especializada. Na comunidade médica, o TDAH só foi reconhecido internacionalmente como doença em fevereiro deste ano, no Cadastro Internacional de Doenças (CID) 11 da Organização Mundial da Saúde (OMS). Por isso, o Regra dos Terços lança o podcast Distraídos, feito por neurodivergentes para neurodivergentes. 

Nos episódios do podcast, os hosts Alpin Montenegro e Erick Mota contam as curiosidades sobre o universo de quem é TDAH, autista e demais neurodivergências, que se referem a todas as possíveis variações no cérebro humano em relação à sociabilidade, aprendizagem, atenção, humor e demais funções cognitivas. O termo neurodivergência foi criado e popularizado a partir de 1998, pela socióloga Judy Singer. No episódio de estreia do Podcast Distraídos, Alpin Montenegro e Erick Mota falam sobre como o TDAH impactou na vida deles e trazem relatos de outros TDAHs. 

De maneira geral, a proposta do podcast é proporcionar o compartilhamento de vivências e informações sobre o TDAH. Alpin Montenegro é TDAH, autista e digital influencer com o @blackautie em todas as redes sociais. Já Erick Mota também é TDAH, além de ser empreendedor e jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação. Está em todas as redes no @erickmotaporai.

Pensando em mobilizar uma rede de apoio concreta, capaz de ajudar os ouvintes do podcast a buscarem um diagnóstico adequado e a conviverem com o TDAH sem perder a qualidade de vida, o Podcast Distraídos criou um grupo no Telegram chamado Hiperfocados, com especialistas e outros neurodivergentes.

Como o Distraídos é uma iniciativa independente, o grupo no Telegram é uma vantagem para os ouvintes que quiserem contribuir com algum valor, em dinheiro, para a produção do podcast através do Apoia.se. Você pode colaborar com qualquer valor acessando o apoia.se/podcastdistraidos

Letícia Fortes

Estudante de Jornalismo na PUCPR e estagiária do Regra. Escrevo para evidenciar e esclarecer assuntos que exigem nossa atenção, pois essa é minha forma de defender uma comunicação humanizada, acessível e engajada socialmente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: