fbpx

PROFESSOR DA REDE PÚBLICA É DEMITIDO APÓS EXIBIR CLIPE DE MÚSICA DO CRIOLO QUE ABORDA TEMÁTICA LGBTQIA+

PROFESSOR DA REDE PÚBLICA É DEMITIDO APÓS EXIBIR CLIPE DE MÚSICA DO CRIOLO QUE ABORDA TEMÁTICA LGBTQIA+
Prefeitura de Criciúma. Foto: Facebook/Reprodução

Durante uma aula de artes para estudantes do 9° ano da Escola Municipal Pascoal Meller, em Criciúma (SC), o professor da disciplina apresentou aos alunos o clipe da música “Etérea” do cantor Criolo. A obra, indicada ao Grammy Latino na categoria Melhor Canção em Língua Portuguesa, em 2019, aborda temáticas LGBTQIA+ e defende o amor sem imposições.

A demissão foi anunciada pelo prefeito da cidade, Clésio Salvaro (PSDB-SC), em vídeo publicado nas redes sociais. Salvaro disse que não admite e não tolera a exibição de conteúdos, nas palavras dele, de “viadagem”. 

Prefeitura de Criciúma. Foto: Facebook/Reprodução

“Expôs um vídeo erotizado, de forma inapropriada para os alunos da rede pública municipal. Nós não permitimos, nós não toleramos. Está demitido esse, sei lá, esse profissional. Nas escolas do município, enquanto eu estiver aqui de plantão, isso não vai acontecer, este tipo de atitude. Essa ‘viadagem’ na sala de aula, nós não concordamos”, disse. 

Em nota, a Secretaria de Educação do município classificou o vídeo como inapropriado e afirmou que essa atitude não será tolerada pela administração de ensino. O órgão confirmou a demissão do professor e pediu aos pais que denunciem casos semelhantes à secretaria. 

Segundo informações do portal de notícias G1, o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Criciúma e Região (Siserp) irá prestar apoio jurídico ao profissional para processar Salvaro por homofobia praticada através do vídeo com falas homofóbicas.

Confira a nota completa: 

O Governo Municipal de Criciúma, por meio da Secretaria de Educação, vem a público esclarecer que a prática pedagógica de professores da rede de ensino, é orientada a partir das Diretrizes Curriculares, por meio do Plano de Ensino Unificado. Esse plano reúne os conteúdos que deverão ser ministrados junto aos estudantes em cada ano letivo.

Ressaltamos que o episódio recente, envolvendo conteúdo inapropriado em vídeo apresentado por um dos professores, além de não constar no Plano de Ensino da Rede, estando, portanto, em desacordo com a proposta do Conselho Nacional de Educação, não será tolerado pela Administração Municipal de Criciúma.

Dessa forma, as medidas cabíveis em relação ao assunto foram tomadas, o profissional não faz mais parte do quadro de professores da Rede Municipal de Ensino, e os pais que perceberem qualquer atitude semelhante podem fazer denúncia à Secretaria Municipal de Educação.

Veja o clipe:

Wanessa Alves

Estudante de jornalismo na Universidade de Brasília (UnB) e estagiária no Regra dos Terços. 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: