MEUS TRÊS LIVROS FAVORITOS PARA LER NAS FÉRIAS

Ler um bom livro, é como viver uma outra vida, ter uma conversa com alguém que provavelmente não conheceríamos no mundo real. Pessoalmente, quanto me sinto cansado de tudo, uma boa literatura sempre me salva do mundo e de mim mesmo. Por isso, em clima de férias (pelo menos para os alunos), no artigo de hoje quero recomendar “meus 3 livros favoritos para ler nas férias”.

1 – Cartas a um jovem poeta – Rainer Maria Rilke: li esse livro aos 15. São cartas trocadas pelo poeta de língua alemã Rilke e um leitor que também queria ser poeta, entre 1903 e 1908. Costumo dizer que foi um soco no estômago, como todo bom livro costuma ser. Até hoje releio sempre que esqueço certas coisas que não deveria. Com esse livro, entendi quem eu sou de uma maneira que nenhum outro fez. O poder da literatura.

2 – Cem anos de solidão – Gabriel García Marquez: no advento da morte do escrito colombiano, parecia que eu tinha perdido um avô especial, alguém que marcou a minha vida com suas palavras mesmo que nunca o tenha efetivamente conhecido. Esse é o poder dessa obra que recebeu o Nobel de Literatura em 1982. O Gabo (como era conhecido) é um dos principais representantes do realismo-mágico na literatura latino-americana e ler Cem Anos de Solidão é como viver um sonho de cem vidas e acordar encantado de saudade.

3 – Em Busca do Tempo Perdido – Marcel Proust: a obra do escritor francês trata do tempo como nenhuma outra o fez e é também a obra-prima do autor, que a escreveu e lapidou durante toda sua vida. Tamanho foi seu impacto na minha, que misturo algumas cenas do livro com coisas vividas que hoje mal sei se as vi ou se li. O autor captura a beleza da passagem do tempo nessa que é a primeira de sete partes da obra prima do Proust.

E você? Que livros recomendaria para ler nessas férias?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: