fbpx

Racismo: prefeitura veste negros de escravo na Bahia

Racismo: prefeitura veste negros de escravo na Bahia
Imagem postada no Instagram pela prefeitura de Itacaré, na Bahia (Foto: Reprodução)

Prefeitura de Itacaré, na Bahia, é alvo de críticas após vestir negros como escravos em comemoração ao dia 2 de julho, data em que foi declarada a independência do Estado.

Embora a data seja praticamente desconhecida em outras partes do Brasil, no estado ela é sempre comemorada com festa. O evento relembra a expulsão das tropas portuguesas, que aconteceu em 1823. E o fim depois de um ano e cinco meses de uma guerra, que causou mais de duas mil mortes.

Mas esse ano, a comemoração de Itacaré chamou atenção, isso porque durante o desfile na cidade, a gestão municipal utilizou trajes do período colonial para caracterizar os participantes. Colocando os negros em roupas que remetem a escravidão, enquanto os brancos foram mostrados como pessoas da corte portuguesa.

Nas redes sociais da prefeitura, uma foto com um garoto negro e uma mulher negra com semblante sério e com roupas de pessoas escravizadas, ao lado de uma mulher branca, sorrindo e segurando um bebê loiro, causou revolta. 

Ainda na postagem, era possível ver uma imagem com várias mulheres brancas fantasiadas de “baianas”, com o traje típico do candomblé.

Imagem postada no Instagram pela prefeitura de Itacaré, na Bahia (Foto: Reprodução)

Críticas

O professor de capoeira Ronivon Nascimento, que nasceu na cidade, contou a Ponte que levou um susto ao ver a postagem. E que não entendeu o porque o município postou as fotos de pessoas negras vestidas como escravos. “Eu fiquei sem reação na hora que eu vi isso. Não é possível que nos dias de hoje a gente tenha que presenciar esse tipo de coisa. É algo que não cabe mais”, afirmou.

Nascimento também relembrou que quando era criança e participava do evento que é tradicional na cidade, ele também usava roupas que remetiam a escravidão, igual ao garoto que aparece na foto postada pela prefeitura. 

“A gente tinha que fazer esses papéis por conta da nossa cor. Eu não quero criticar o evento ou quem fez ele, mas é preciso alertar o quanto isso é ofensivo. Acho que a prefeitura deve, no mínimo, vir a público e fazer um pedido de desculpas a toda população negra da cidade.”

Segundo relato dado a Ponte, a administradora de empresas Elen de Assis, moradora da cidade, deixou de acompanhar as comemorações da data há muito tempo, por conta da forma preconceituosa que os negros são retratados.

“Itacaré tem muitas marcas ainda do período colonial. Não só pela sua arquitetura, mas pela postura das pessoas. A gente tem aqui o Quilombo do Porto de Trás, que é um dos poucos quilombos urbanos do Brasil, mas mesmo assim ainda é uma cidade muito segregada e com uma discrepância social enorme. É visível os lugares dos brancos e dos negros na cidade”, disse Elen.

André Leitão, educador e pesquisador do patrimônio cultural afro-brasileiro, acredita que as imagens postadas pela prefeitura da cidade baiana são um insulto racial. Para ele, a foto com mulheres brancas vestidas como baianas é uma forma escancarada de apropriação cultural, além de um embranquecimento como forma de tirar o protagonismo da mulher negra. “Essa imagem das baianas vai além do mero ofício da venda do acarajé, por exemplo. Tem uma dimensão social e religiosa que não pode ser apartada da questão estética.”

“Por trás dessa suposta homenagem, temos o reforço do estereótipo que até hoje interfere na compreensão do corpo negro aqui no Brasil, que é a ideia do negro subalterno”, avaliou o pesquisador.

Imagem postada no Instagram pela prefeitura de Itacaré, na Bahia (Foto: Reprodução)

A prefeitura de Itacaré retirou os posts e as fotos das redes sociais após receber uma série de críticas. 

Rafaela Moreira

Jornalista, repórter do Regra dos Terços e diretora de programas de televisão na TV Band e na Rede Super.

Deixe uma resposta

La Brea da vida real Macabras pedras da fome surgem na Europa 3 músicos independentes que você precisa conhecer O que você não sabe sobre povos indígenas ​9 curiosidades sobre seu gato
%d blogueiros gostam disto: