fbpx

RECONDUÇÃO DE AUGUSTO ARAS É APROVADA PELO SENADO FEDERAL

RECONDUÇÃO DE AUGUSTO ARAS É APROVADA PELO SENADO FEDERAL
À mesa, indicado para recondução ao cargo de procurador-geral da República, com mandato de dois anos, Antônio Augusto Brandão de Aras. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (24) a recondução do procurador-geral da República, Augusto Aras, para mais dois anos de mandato à frente da Procuradoria-Geral da República (PGR). A votação foi realizada depois da sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Na CCJ, a recondução foi aprovada por 21 votos a seis. No Plenário, o placar foi de 55 votos a favor, 10 contrários e uma abstenção. Durante a sabatina, que durou cerca de seis horas, Aras foi questionado sobre temas como combate à corrupção, inquérito das fake news e voto impresso. Sobre as prisões de bolsonaristas acusados de propagar ameaças contra à Corte, o jurista disse que as ameaças ao Supremo Tribunal Federal (STF) são reais. 

À mesa, indicado para recondução ao cargo de procurador-geral da República, com mandato de dois anos, Antônio Augusto Brandão de Aras. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

“No momento posterior, da prisão, tanto do Daniel Silveira, quanto do Roberto Jefferson, houve ameaças reais aos ministros do Supremo. De maneira que, se no primeiro momento, a liberdade de expressão era o bem jurídico constitucional tutelado mais poderoso que existe dentro da Constituição, no segundo momento abandonou-se a ideia da liberdade de expressão para configurar uma grave ameaça”, disse Aras. 

Foram aprovadas na mesma seção também os nomes de Fernando Caio Galdi, para o cargo de diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Moacyr Rey Filho para compor o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), na vaga destinada ao Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT), e Mário Henrique Aguiar Goulart Ribeiro Nunes Maia para compor o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), na vaga destinada à Câmara. Também foi aprovado o nome de Engels Augusto Muniz, para compor o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), na vaga destinada ao Senado Federal.

Regra dos Terços

Veja a vida de outro ângulo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: