STF MANDA SALLES ENTREGAR PASSAPORTE

A ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (25) que o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, entregue o passaporte à Polícia Federal. A medida foi determinada para que o ex-ministro não deixe o país em meio à investigações contra ele que tramitam na Justiça.

A ministra seguiu o entendimento da Procuradoria-Geral da República, que concordou com o pedido de apreensão do documento. A PGR argumenta que a medida era necessária para preservar as investigações.

Salles deixou o cargo de ministro na quarta-feira (23). Ele é alvo de duas investigações no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é investigado por crimes contra a administração pública, como corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando, praticado por agentes públicos.

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Salles é alvo de inquérito, autorizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), por suposta interferência em investigação sobre apreensão de madeira.

Além disso, o STF investiga o ministro por supostamente favorecer madeireiros criminosos na região amazônica.

Em meados de maio, Salles foi alvo de uma operação da Polícia Federal (PF). A PF apontou “fortes indícios” de envolvimento do ministro na facilitação ao contrabando de madeira, incluindo operações financeiras “suspeitas” envolvendo o escritório de advocacia dele.

Em abril, o chefe da PF no Amazonas, Alexandre Saraiva, encaminhou ao STF uma notícia-crime contra Ricardo Salles por atrapalhar a investigação de madeireiros envolvidos na operação Handroanthus, que apreendeu 43.700 toras de madeira supostamente ilegal.

Nesta quinta-feira (24), treze deputados federais e dois senadores acionaram STF por meio de uma petição direcionada ao ministro Alexandre de Morais, pedindo a apreensão e retenção do passaporte de Salles.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: