Deuzulivre da morte essa sociedade que só faz correr

O garoto passou correndo por mim como um raio, algo o angustiava, algum compromisso com ar de urgência deveria estar atormentando aquela mente. Quem nunca correu na rua que atire a primeira pedra. Eu já corri, e muitas vezes. Corri pra pegar o ônibus – a vida é cheia dos seus compromissos e perder tempo esperando o próximo busão que só vem de cinco em … Continuar lendo Deuzulivre da morte essa sociedade que só faz correr