Saiba como investir seu dinheiro em 2019

Com o novo ano, o investidor brasileiro deve estar atento ao cenário econômico que vem por aí. Os principais fatores estão na posse do novo governo, que promete injetar ânimo na economia, e a ascensão do mercado financeiro digital – com asfintechs e criptomoedas. Diante disso, todos os investidores, sejam eles experientes ou iniciantes, devem estudar e analisar de forma minuciosa antes de aplicar seu dinheiro.

“Quem perde dinheiro, geralmente, é quem estuda pouco o mercado, não diversifica a carteira ou simplesmente não tem paciência”, explica o professor Daniel Cavagnari, coordenador do curso de Gestão Financeira do Centro Universitário Internacional Uninter. O perfil do investidor, segundo o professor, vai desde o mais conservador, que aposta em investimentos mais seguros, até o mais agressivo – que deve ser bastante paciente, pois quanto maior a intenção de rendimento, maiores serão os riscos.

Para os mais conservadores ou aqueles que estão iniciando, Cavagnari recomenda apostar em rendimentos de renda fixa – aqueles em que se sabe exatamente a taxa de rendimentos –, como o Tesouro Direto. Porém, por serem muito seguros, não há previsão de melhora dessas aplicações para 2019, já que dependem diretamente da taxa de juros básica, a Selic.

Já para aqueles que querem arriscar mais, vale a pena avaliar os investimentos de renda variável. O professor recomenda buscar o mercado financeiro digital, que está em alta e com grandes possibilidades de lucro. Nesse meio, é mais seguro buscar fintechs e investimentos em startups. Já as criptomoedas exigem maior cuidado, pois se trata de um objeto ainda em estudo e que tem grande volatilidade.

“Seja acima de tudo paciente, cauteloso e reserve algumas horas para estudar o mercado e investimentos disponíveis. Cuidado com promessas milagrosas e com ofertas em anúncios eletrônicos”, recomenda Cavagnari.

Para aqueles que mantêm suas reservas na caderneta de poupança, o professor recomenda mudar a mentalidade, principalmente se o dinheiro ficará parado por mais de seis meses. “Hoje em dia caderneta de poupança não é um investimento, e sim apenas uma garantia de recuperação da inflação. Paga um pouco mais que o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), ou seja, não chega a 5% ao ano”, pontua.


Informações: Pg1

Você só precisa de US$30 milhões na vida. Veja esse e outros pensamentos de um milionário

Você já parou para pensar o que pode se passar na mente de um multimilionário? A VICE  alemã pensou, e recentemente entrevistou Christian Jagodzinski, que não consegue se quer quantificar exatamente toda fortuna que tem, mas ele acredita que seja algo entorno dos US$55 milhões, que se convertidos para a moeda brasileira totaliza mais de R$170 milhões.

Na entrevista Christian confessou que só se relaciona com outros ricos, pois as pessoas que se aproximam dele, geralmente o fazem por interesse naquilo que ele possui. Ele ainda afirma que conhece alguns homens que se casaram com mulheres que claramente estavam interessada apenas em sua grana, mas eles não ligam, pois esteticamente falando, não estão nos padrões que a sociedade exige, e é nesse momento que o dinheiro entra, meio que para compensar a “falha” da natureza.

Quando questionado se tem inveja de pessoas mais milionárias que ele, Christian nega, afirma que a partir do momento em que a pessoa tem US$ 30 milhões não precisa de mais dinheiro.

Veja a entrevista completa no site da VICE.