Tag Archives: teatro

Teatro José Maria Santos com o espetáculo Tráfego

Uma das principais companhias de dança contemporânea do Paraná, a Companhia de Dança Juliana Ribeiro, está na CO MOVE Mostra Artística, evento que vai movimentar o Teatro José Maria Santos entre os dias 02 e 19 de março, em Curitiba. Continue reading Teatro José Maria Santos com o espetáculo Tráfego

Advertisements

2.200 artistas no Fringe do Festival de Teatro

Um Ricardo III – Crédito Chico Nogueira

O Fringe do Festival de Curitiba – com companhias que participam de forma espontânea, sem curadoria – terá 20 mostras específicas em sua 21.ª edição, um recorde. Serão 372 espetáculos do Brasil, Portugal, Chile, Uruguai e Colômbia, totalizando quase 1.500 apresentações. Doze atrações são internacionais. Continue reading 2.200 artistas no Fringe do Festival de Teatro

O Mágico de Oz, Rapunzel e Chapelzinho na faixa nesse fim de semana

Evento na faixa não há quem não curta. E o último fim de semana de fevereiro está regado de 0800. Curitiba terá o show do Gibanela, sábado lá no Barbarium. Mas se você está procurando um lugar pra levar a criançada, se liga nessa dica aqui. Continue reading O Mágico de Oz, Rapunzel e Chapelzinho na faixa nesse fim de semana

A pobreza da população ribeirinha no teatro

Deborah Colker faz em “Cão sem Plumas”, baseado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto (1920-1999), seu primeiro espetáculo de temática explicitamente brasileira. A Cia. de Dança​

Publicado em 1950, o poema acompanha o percurso do rio Capibaribe, que corta boa parte do estado de Pernambuco. Mostra a pobreza da população ribeirinha, o descaso das elites, a vida no mangue, de “força invencível e anônima”. A imagem do “cão sem plumas” serve para o rio e para as pessoas que vivem no seu entorno.

Ficha técnica:
Criação, Coreografia e Direção: DEBORAH COLKER. Direção Executiva: JOÃO ELIAS. Direção Cinematográfica e Dramaturgia: CLÁUDIO ASSIS. Direção de Arte e Cenografia: GRINGO CARDIA Direção Musical: JORGE DÜ PEIXE e BERNA CEPPAS participação especial LIRINHA. Figurino: CLÁUDIA KOPKE. Desenho de Luz: JORGINHO DE CARVALHO.
Duração: 1h15 minutos. Classificação: Livre
O espetáculo Cão Sem Plumas é patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro

SERVIÇO:
Quando:  01 de Novembro de 2017 às 21h
Onde:  Teatro Guaíra (Praça Santos Andrade, s/n).
Quanto: http://www.diskingressos.com.br/evento/6713
Plateia: R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia-entrada (+ taxas administrativas)
1º Balcão: R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia-entrada (+ taxas administrativas)
2 Balcão: R$ 90,00 inteira / R$ 45,00 meia-entrada (+ taxas administrativas)

Descontos:
Cartão Petrobras e Força de Trabalho: 50% na compra de até 2 ingressos por apresentação. Desconto não cumulativo. Estudantes e idosos: 50% de desconto.
Compras e informações – (41) 3315-0808

Teatro Positivo recebe estrelas da internet, cinema e televisão nessa sexta

Marcos Majella, Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro interpretam mais de 40 personagens em Curitiba

Marcus Majella do Multishow e Porta dos Fundos, Pablo Sanábio que estreou no Sítio do Pica-Pau amarelo e hoje representa papeis de peso no cinema e teatro brasileiro e Pedroca Monteiro estrela do Multishow e agora do Youtube desembarcam em Curitiba nessa próxima sexta para apresentar o espetáculo “Desesperados” no grande auditório do Teatro Positivo. Na direção, João Fonseca, que já assinou a direção de grandes produções como Tim Maia, Cazuza, Cássia Eller e Rock in Rio – O Musical.

O depoimento de Bia é, no mínimo, impactante. Segundo ela, a peça Desesperados, a salvou de uma tentativa de acabar com a própria vida. Ainda que seja exagero de estrela, a moça, nascida da imaginação do autor Fernando Ceylão, garante que veio com tudo para, junto com seus companheiros de cena, fazer a plateia morrer de rir. No total são mais de 40 personagens que se esbarram e ganham vida em diferentes esquetes.

Com uma carpintaria mais do que elaborada, o espetáculo permite, numa única cena, várias trocas de personagens. Para tanto, o autor lançou mão da criatividade e chegou a um recurso de fácil entendimento: tarjas com nomes dos personagens coladas no peito de cada ator, que podem ser trocadas a qualquer momento.

Desesperados pode ser vista de duas maneiras: como uma divertida peça de esquetes; mas também como uma única peça. Isso porque ao assistir o espetáculo, você vai entendendo que o personagem de um esquete aparece em outros esquetes e, assim vamos acompanhando a trajetória deles. Cada um desses esquetes tem início, meio e fim e poderia ser apresentado isoladamente. Porém, a costura do espetáculo os transforma num quebra cabeças elaborado que resulta em uma trama maior. O texto fala de solidão, de encontros, desencontros e vida no mundo moderno, mas tudo de uma maneira bem divertida.

 

Ficha Técnica
Concepção e autoria: Fernando Ceylão
Direção: João Fonseca
Elenco: Marcus Majella, Pablo Sanábio e Pedroca Monteiro
Cenário: Daniel de Jesus
Luz: Dani Sanchez
Figurino: Reserva
Trilha Sonora: Carol Portes
Produção Geral: Sandro Chaim
Produtor Executivo: Arthur Monteiro
Fotos de Divulgação: Jorge Bispo
Realização: Gargalho Produções e Chaim Produções

Classificação etária: 12 anos
Duração: 1h20 min

DESESPERADOS
28 de Abril
Sexta, 21h
Teatro Positivo
Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300
Ingressos: a partir de R$ 30 no Disk Ingressos
Infos: 41 3315-0808