É possível ser feliz em meio as tempestades

Tempestade no mar interno

É difícil se sentir em paz. Encontrar o seu lugar no mundo. Olhar pra dentro e ver a si mesmo de maneira a contentar-se com a imagem que ali está. Eu sei que é, te entendo. A mente muitas vezes trabalha a mil por hora, não permitindo que encontremos a paz, a calmaria que nossa alma tanto clama. Tô sabendo que é foda. Mas se tem algo que também sei, é que encontrar em si a base para respirar tranquilo e ficar em paz com a imagem que vê em frente ao reflexo interno da alma é possível. Continuar lendo “Tempestade no mar interno”

A vida é uma piada

É tudo engraçado. A dor que a gente sente, o café que tomamos, o pão na chapa que queimou, até mesmo o que deixamos de fazer na noite anterior. Nada é pra ser levado tão a sério, pra quê? Não se estresse, coloca um sorriso no rosto, finge que está tudo bem. E mesmo que não dê, finge mais uma vez. Ninguém se interessa pela … Continuar lendo A vida é uma piada

A gente se sabota para se aturar

Cigarro, bebida, balada, música deprê ou literatura Cada um tem seus meios de sabotagem Auto-tortura ou maneira de expulsar sua dor Dê o nome que você quiser, mas a verdade é que cada um tem seus meios de aguentar Mesmo que isso faça doer mais Sangrar mais É preciso ter uma válvula de escape, mesmo que ela seja dolorida Mesmo que cause mal Mesmo que … Continuar lendo A gente se sabota para se aturar

Nem tudo precisa ser tão horrível assim

É horrível, né? É horrível não se sentir parte de algo. Eu, pelo menos, não me sinto. É como se tudo fosse desconhecido pela minha mente e corpo. Quando me dou conta, já estou vagando sem rumo, sem o sorriso que sempre fiz questão de estampar em meu rosto. Não há mais porquê. Não me vejo mais fazendo coisas que antes fazia tão naturalmente. E … Continuar lendo Nem tudo precisa ser tão horrível assim

Os papéis do dia a dia

A cada dia que passa, temos diversos papéis para exercer na vida. Em um, sou mulher, que trabalha, que passa por perrengues de diversos tipos, que acredita, que batalha e sonha. Já em outro, volto a ser menina, que chora, que grita, que não consegue entender o motivo de tudo dar certo para todos menos para ela. Em outro, ainda, sou filha, que tem medo, … Continuar lendo Os papéis do dia a dia

Reviravoltas

Seria muito mais fácil você ter me dito a verdade, não acha? Sei lá, chegar com um papo de que esqueceu do compromisso que você mesmo marcou é um tanto quanto perturbador. Era só dizer que não dava mais, que não queria, qualquer coisa, sabe? Já que pretendia inventar algum tipo de desculpa, que inventasse algo convincente, porque essa que você arranjou não deu pra … Continuar lendo Reviravoltas

Eu não sei o que estou fazendo com a minha vida

Nem você e nem eu, acredite. Que atire a primeira pedra quem nunca teve essa frase rondando a sua cabeça. É praticamente impossível, já que pensamentos, de tão involuntários que são, simplesmente aparecem e tornam-se inevitáveis. É quase um mantra que faz com que ele permaneça conosco e nos impeça de fazer qualquer coisa que tenhamos vontade. E por quê? Por que nós nos deixamos … Continuar lendo Eu não sei o que estou fazendo com a minha vida

Em meio a tantos sim, aprenda a dizer não

Tem gente que se acomoda, né? Acostuma-se tanto com as coisas prontas que acaba se esquecendo de que para aquilo ali existir, é necessário alguém para fazer. Um alguém, talvez, que sequer conheça o outro lado, que só conhece o bê-a-bá de fazer aquilo que já faz há anos. Ele é tão explorado que chega ao ponto de nem compreender a gravidade​ de tal situação. … Continuar lendo Em meio a tantos sim, aprenda a dizer não