fbpx

Vídeo: homem morre após ser colocado em câmara de gás da PRF

Vídeo: homem morre após ser colocado em câmara de gás da PRF
Policiais rodoviários federais mataram um homem por asfixia em câmara de gás improvisada (Foto: reprodução)

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mataram um homem asfixiado no município de Umbaúba, em Sergipe. Imagens mostram que os policiais criaram uma espécie de câmara de gás no porta malas da viatura e seguraram a porta para garantir que o homem não pudesse sair de lá. Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, foi abordado pelos policiais quando pilotava uma motocicleta. Em entrevista ao G1, o sobrinho da vítima, Wallyson de Jesus, afirmou que estava perto e avisou os policiais que se trata de um homem com esquizofrenia.

Os policiais teriam pedido para que Genivaldo levantasse as mãos e encontraram cartelas de remédios nos bolsos. A vitima ficou nervosa e começou a perguntar o que estava acontecendo, foi então que os policiais o mobilizaram e jogaram dentro do porta-malas da viatura. Nas imagens é possível ver que apenas a perna de Genivaldo ficou para fora, enquanto uma fumaça branca toma conta do porta-malas, um dos agentes segura a porta para garantir que o homem permaneça na câmara de gás improvisada.

No vídeo é possível ouvir populares alertando que os policiais iriam “matar o cara” dentro da viatura. Também é possível ouvir os gritos de desespero da vítima.

Após Genivaldo desmaiar, a viatura o levou para a delegacia e, segundo a PRF, ele teria passado mal no caminho e foi enviado a um hospital, mas não resistiu.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe afirmou em nota que “acompanhará, de forma vigilante, os desdobramentos das investigações sobre o episódio”. “A OAB Sergipe respeita as instituições, mas não compactua com qualquer tipo de violência ou de tortura, razão pela qual se manterá atenta à apuração da responsabilidade pela fatídica morte”, diz a nota.

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem vai solicitar, em caráter de urgência, uma reunião com a Corregedoria da Polícia Rodoviária Federal para obter maiores informações a respeito da apuração.

Click aqui para receber notícias diretamente no Whatsapp.

Para a PRF, a abordagem teve baixo potencial ofensivo

Em nota enviada ao G1 Sergipe, a Polícia Rodoviária Federal afirmou que na abordagem que terminou com a morte de um homem por asfixia, os agentes utilizaram de técnicas de baixo potencial ofensivo. Leia a íntegra:

“Na data de hoje, 25 de maio de 2022, durante ação policial na BR-101, em Umbaúba-SE, um
homem de 38 anos resistiu ativamente a uma abordagem de uma equipe PRF. Em razão da
sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor
potencial ofensivo para sua contenção e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil
em Umbaúba.

Durante o deslocamento, o abordado veio a passar mal e socorrido de imediato ao Hospital
José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito.

A equipe registrou a ocorrência na Polícia Judiciária, que irá apurar o caso. A Polícia
Rodoviária Federal em Sergipe lamenta o ocorrido e informa que foi aberto procedimento
disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos”.

Erick Mota

Jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação, como RICTV Record e Congresso em Foco. Foi repórter de rede da Band, Bandnews TV e rádio BandNews FM, em Brasília. Fundador do Regra dos Terços, é host do Podcast Distraídos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: