fbpx

Vídeo vazado do Gabriel Monteiro é mais procurado do que corrupção no MEC

Vídeo vazado do Gabriel Monteiro é mais procurado do que corrupção no MEC
Vídeo do Gabriel Monteiro transando com menor de idade viraliza (Foto: reprodução)

O brasileiro está mais preocupa em buscar pelos vídeos vazados de Gabriel Monteiro do que com a corrupção no Ministério da Educação (MEC), segundo dados do Google. O vereador bolsonarista viralizou nos últimos dias após o vazamento de imagens dele fazendo sexo com menores de idade. Na mesma semana, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) passou a ser acusado de executar grandes esquemas de corrupção dentro do MEC. Advinha qual tema tem sido mais buscado no Google?

Fazendo uma busca simples no Google Trends, ferramenta que mostra as palavras mais buscadas na ferramenta de pesquisas, percebemos o quanto o brasileiro está mais preocupado em assistir a imagens de sexo amador, sem consentimento das partes envolvidas, do que com esquemas de corrupção que tira dinheiro das escolas brasileiras e coloca no bolso de líderes evangélicos, políticos e milicianos – alguns são os três em um, como em uma promoção do inferno.

Nessa coluna eu resolvi mostrar que a história de que o brasileiro se preocupa com a corrupção não passa de conto para boi dormir. Em uma escala de 0 a 100, as buscas pelo tema “vídeo do Gabriel Monteiro” chegaram a representar 100, no último dia 3, nesse dia, por exemplo, a procura por “Ministério da Educação” não passou de 1.

O recorde de buscas nos últimos 7 dias que o termo “Ministério da Educação” alcançou foi no último dia 7, quando chegou a 4 pontos.

Pastores evangélicos cobrando dinheiro para liberar recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Bolsonaro ordenando que o MEC de prioridade para que os amigos possam roubar dinheiro da população, compra superfaturada de veículos pelo FNDE e demais escândalos, foram menos importantes para os brasileiros do que os vídeos criminosos de um ex-policial militar transando com menores de idade.

Termino essa semana sem muita esperança de que o Brasil tem jeito, confesso.

Erick Mota

Jornalista com passagem em grandes veículos de comunicação, como RICTV Record, Gazeta do Povo e Congresso em Foco. Foi repórter de rede da Band e Bandnews TV e rádio BandNews FM, em Brasília. Fundador do Regra dos Terços.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: