A história da Proclamação da República

Sem participação popular, o golpe contra a monarquia mostrou a contradição entre um discurso que prometia trazer o povo para as decisões, mas foi sustentado pelas elites

Dashed Trail
Dashed Trail

Simples assim?

15 de novembro de 1889 O dia em que o Brasil deixa de ser uma Monarquia para se tornar uma República.

Dashed Trail
Dashed Trail

NÃO MESMO!

Apesar das pinturas históricas retratarem Marechal Deodoro como figura central da República, fatos importantes que ficaram ocultos ajudam a chegar no dia 15 de novembro.

GUERRA DO PARAGUAI

Esse fato foi decisivo para a crise instaurada na monarquia. O confronto (1864-1870) aumentou a dívida externa do Brasil com a Inglaterra, elevou o patamar do exército na política e tornou Dom Pedro II um imperador impopular.

ESCRAVOS LIBERTOS,  MAS À MARGEM

Ao menos um quarto da população da época era escravos. Ainda sob os efeitos da guerra, em 1888, foi assinada a abolição que não contou com nenhuma oportunidade para essas pessoas, que continuaram a ter seus direitos renegados.

CRISE ECONÔMICA  E REVOLTA DA ELITE

A libertação dos escravos sem indenização por parte do governo de Dom Pedro II irritou os fazendeiros de café, que passaram a defender a República

A AUSÊNCIA DE DOM PEDRO II

Um resfriado contraído durante um passeio no Rio Sena em pleno inverno adoeceu o imperador, que passou, na década de 18880, a se ausentar constantemente em busca de tratamentos.

DE  AMIGO PESSOAL  A TRAIDOR

Até às vésperas da proclamação da República, o marechal Deodoro era um monarquista convicto. Amigo do imperador Dom Pedro II, ele acreditava que a república seria um desastre para o Brasil.

O DIA ANTES DA PROCLAMAÇÃO

Os defensores da República iniciaram um boato de que o governo imperial havia mandado prender Marechal Deodoro e o tenente-coronel Benjamin Constant. O objetivo? Instigar o marechal a comandar um golpe contra a monarquia.

Gray Frame Corner

A REPÚBLICA

Foi assim que na manhã do dia 15 de novembro de 1889, Deodoro liderou o golpe que destituiu a monarquia.

EXÍLIO DE  DOM PEDRO II

Ao retornar de Petrópolis, onde se tratava, para o Rio de Janeiro, o imperador foi comunicado sobre a proclamação e sua expulsão do país.  Sem resistência, Dom Pedro II foi para a Europa.

2 anos depois, em 1891, Dom Pedro II  faleceu em Paris de pneumonia.

BANIMENTO DA FAMÍLIA REAL DUROU ANOS

Com medo de que o Império pudesse ser restaurado, a família real e seus herdeiros diretos ficaram proibidos de pisar no Brasil até 1921.

OS ESTADOS UNIDOS DO BRASIL

Sob o comando de Deodoro as províncias viraram estados. O federalismo e a denominação, também foram características que aproximaram a nova república do modelo dos Estados Unidos da América.

MEDIDAS ADOTADAS PELO GOVERNO DE DEODORO

Separação entre Estado e Igreja. Instituição do casamento civil.  Substituição de símbolos monarquistas e religiosos por republicanos e laicos. Incentivo à industrialização.

1891: A 1ª CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL

Regime republicano presidencialista. Chefe de Estado por 4 anos sem direito à reeleição. Estado laico (sem religião  oficial). Direito a voto para todos os homens independente de renda ou classe, exceto analfabetos.  Estabelecimento de três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.

APENAS 9 MESES NO PODER

Eleito indiretamente em 1891, a instabilidade política marcou os meses em que Marechal Deodoro ficou no poder até a sua renúncia. Ele chegou a decretar o fechamento do Congresso, prender opositores e a decretar o estado de sítio.

Curved Dotted Line

O FIM DA REPÚBLICA  DA ESPADA

Com a renúncia, outro militar, Marechal Floriano Peixoto, assumiu a presidência  de 1891-1894, com objetivo de consolidar a República, enfrentando durante esse período duas revoltas.

REPÚBLICA SEM POVO

Sem participação popular na deposição da Monarquia, sem envolvimento do povo na formação do novo governo: a proclamação da República foi sustentada pela burguesia comercial e industrial.

Raphaella Caçapava

Reportagem

Edição

Gabriel França

Seta